Notícias

1 21/09/2020 09:16

Com um indício de queda nas curvas de mortes e casos por covid-19, um dos principais temas nos processos de reabertura econômica e flexibilização do isolamento nos estados tem sido a situação das aulas nas redes de ensino. Até o momento a maioria dos estados segue sem aulas presenciais.

As atividades pedagógicas presenciais reiniciaram primeiramente no estado do Amazonas, em agosto. Lá, a preocupação agora é com o monitoramento dos profissionais de educação e alunos, que vem ensejando uma disputa judicial entre professores e o governo estadual. A contenda também ocorre no Rio de Janeiro, em relação às aulas na rede privada.

No Rio Grande do Sul o calendário iniciou em setembro pela educação infantil, com previsão de término para novembro. No Pará, o governo autorizou aulas presenciais nas regiões classificadas nas bandeiras Amarela, Verde e Azul.

Rondônia adiou o início das aulas até o dia 3 de novembro. O Rio Grande do Norte suspendeu as aulas até o fim do ano. Em outros estados não há definição de data de retorno. Estão neste grupo Distrito Federal, Goiás, Pernambuco, Ceará, Alagoas, Maranhão, Bahia, Paraná, Mato Grosso, Acre e Roraima.

Contudo, em alguns estados foi decretado o retorno das atividades pedagógicas remotas. O governo de Mato Grosso havia determinado a volta nessa modalidade para a educação básica no início de agosto, mesma situação do Amapá. No estado, as aulas em casa foram permitidas também para os alunos da Universidade Estadual (Ueap).

No Tocantins, o ensino remoto foi definido para os alunos do ensino fundamental da rede estadual no dia 10 de setembro. Em Alagoas, a retomada por meio de aulas remotas ocorreu no dia 17 de setembro. Em Minas Gerais, foi autorizado o retorno das aulas práticas dos cursos de saúde apenas, que passaram a ser consideradas serviço essencial.

No Rio de Janeiro, a volta às aulas na rede particular está em disputa judicial, enquanto a região metropolitana teve piora nos indicadores de risco para covid-19 e pode retroceder na classificação.

BAHIA

Com a redução de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Salvador avançou para a Fase 3 de retomada das atividades, em acordo entre prefeitura e governo estadual. Com isso, foi permitida a reabertura de cinemas, casas de espetáculos, centros de convenções e eventos, todos com uso obrigatório de máscara. Os cinemas podem funcionar de segunda-feira a domingo das 12h às 23h, com capacidade máxima de 100 pessoas por sala e distanciamento de duas poltronas livres para cada poltrona ocupada.

Os teatros e casas de espetáculos funcionarão sem restrição de horário, com capacidade máxima de 100 pessoas por apresentação. Nos centros de convenções e eventos a capacidade máxima de ocupação será de uma pessoa para cada 6 metros quadrados da área total do local. A realização de feiras e similares para exposição e venda de produtos continua proibida.

O transporte coletivo intermunicipal está liberado em mais de 300 municípios baianos que estão inseridos em macrorregiões de saúde que apresentaram redução na taxa de contaminação e de ocupação de leitos para o tratamento da covid-19. Para tornar o processo o mais seguro possível e evitar a contaminação pelo novocoronavírus é exigida a testagem periódica dos funcionários que atuam nos transportes e terminais, além da ocupação da capacidade em 50%.

No sistema hidroviário (lanchinhas e ferry boat) continua valendo a ocupação máxima em 50%, com as embarcações voltando a funcionar no horário regular, incluindo sábados, domingos e feriados. As lanchinhas voltam a funcionar a partir das 5h até as 21h e os ferries com saídas de hora em hora, de 5h às 23h30. A operação de catamarãs para Cairu (Morro de São Paulo) será retomada, cumprindo o quadro de horário regular e também com restrição de embarque de 50% da capacidade das embarcações.

Ainda não há previsão de retorno das aulas e continua proibida a realização de eventos com com mais de 100 de pessoas e atividades em escolas das redes pública e privada em toda a Bahia. Essa medida vale até o próximo domingo (27/9). *As informações são da Agência Brasil

 







Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - Porque o Mundo muda.
© 2010 - TV RBR - Todos os direitos reservados.